Escolhas.

 Já pararam pra pensar que a cada mínima escolha que fazemos, se cria um futuro diferente? A mínima. Se faço algo ou não, o modo que faço, o quanto esperei pra fazer. Qualquer coisa pequena consegue mudar sua posição perante o mundo. Pode ser que alguém fale comigo e me dê uma conversa que mude meu modo de pensar sobre algo, ou posso deixar pra depois e nunca te-la, nunca mudando. Pode ser que deixei passar um momento aparentemente insignificante que mudaria um grande aspecto da minha vida e nem estou ciente. Como seria meu futuro daqui há meia hora, se eu resolvesse dizer um simples oi para alguém que nunca vi... Uma nova amizade, ou só mais um momento de simpatia? Quem vai saber? Cada minuto afeta seu futuro, é impressionante, até mesmo assustador. Focamos nas grandes escolhas e não percebemos que temos que faze-las a todo momento, ininterruptamente. O tema que abordei, as ideias que descartei, as palavras que escolhi... Me dá vontade de arrumar um jeito de seguir todos os caminhos, para ver o rumo que será tomado e escolher a escolha! Pelo menos nos focamos naquelas que enxergamos como importantes, senão perderíamos nossa sanidade "travando" em toda e qualquer escolha a ser feita, afinal, apenas essas já mexem com a gente e, depois de escolher não podemos voltar atrás, não temos o poder de voltar no tempo, já foi. Realmente, "cada escolha, um renúncia, isso é a vida." O que será que já renunciamos, e o que será que escolhemos aceitar?