Inspiração.

Antigamente eu só precisava de papel e caneta pra começar a exteriorizar meus pensamentos sempre que quisesse. Eu tinha essa capacidade. Com o tempo foi ficando mais difícil, essa facilidade se esvaiu. E escrever é tão importante pra mim. É um jeito de conversar nas entrelinhas ou escancaradamente, sem precisar explicar ou dosar o que se diz. Em maus momentos era o que eu mais fazia e vez ou outra quando achava inspiração, também produzia textos bonitinhos. Li coisas de poucos anos atrás e invejei minha antiga eu. Não sei aonde foi a habilidade com as frases, nem a vontade de se expressar, nem a inspiração. Está tudo anestesiado, neutro. Sempre fui tão 8 ou 80 e agora "me sumo" do nada. Só estou meio perdida. Só um pouco.

3 comentários:

Vagner Figueiredo disse...

Quando eu escrevo é onde me encontro. Para mim não há coisa melhor para me expressar. Essa coisa de ver textos antigos, também faço isso, e percebo que também houve uma mudança interior. Na personalidade, nos gostos e até no modo de escrever.
Espero continuar escrevendo sempre. Amo demais!

Gostei demais do seu blog Mayara. É o tipo de blog que curto muito ler. Um blog pessoal que fala de você es suas experiências. Não sou de seguir blogs, mas quando gosto de um, eu adiciono no meu Google Reader.
Valeu e continue a escrever! :)

Claudio Chamun disse...

Sem inspiração?
Imagina com!

www.cchamun.blogspot.com.br
Histórias, estórias e outras polêmicas

Nuti disse...

É super normal, viu, mas acho que isso acontece porque a gente amadurece o nosso ato de escrever. Parece que o caminho é interiorizar cada vez mais para sair a coisa mais sincera possível!

Outra coisa, esse blog de Nonsense não tem nada!!!

Postar um comentário